Quais os Sintomas da Menopausa aos 47 anos?

A última menstruação da mulher recebe o nome de menopausa, e costuma ocorrer entre as idades de 45 e 55 anos. O período de climatério engloba os anos antes e depois do último ciclo ovulatório e é caracterizado por uma onda de efeitos psicológicos e físicos que podem ser sentidos com intensidade no corpo feminino.

Mulher sorrindo

Quais são as Causas da Menopausa?

Falência gradativa dos ovários

Desde a primeira menstruação, o organismo feminino começa a liberar hormônios sexuais como o estrogênio e a progesterona que desenvolvem o corpo da mulher. Através desses hormônios ovarianos, o sistema reprodutivo da vida da mulher se inicia e dá a chance de maternidade. Os óvulos não fecundados são eliminados em cada ciclo menstrual até chegar ao fim, ou seja, na menopausa. Como o número de óvulos é limitado, os ovários começam a diminuir a produção dos hormônios, causando alterações que podem ser identificadas como sintomas da menopausa.

Menopausa precoce

A menopausa precoce ocorre quando a mulher entra no processo de climatério antes da idade normal, podendo gerar diversas complicações para quem pretende ter filhos, ou até mesmo por causa de doenças causadas pelo baixo nível produção dos hormônios sexuais.

A falência ovárica prematura pode acontecer por causa da genética e, por isso, a mulher deve ficar atenta ao histórico familiar para observar se pode ou não passar por uma menopausa precoce.

A Insuficiência Ovariana Primária, quando os ovários deixam de produzir os hormônios sexuais femininos, também pode ser o motivo do encerramento prematuro dos ciclos ovulatórios. Vários fatores como doenças infecciosas ou processos de quimioterapia e radioterapia podem influenciar para o desenvolvimento da IOP.

Fases da Menopausa

Perimenopausa

Quando os ciclos menstruais e o fluxo de sangue começam a ficar irregulares, a mulher, que já está na idade próxima do encerramento da vida reprodutiva, está entrando na perimenopausa. Essa fase dura até um ano após a última menstruação, e é caracterizada pelos sintomas mais típicos da menopausa.

Mulher com ventilador

Pós-menopausa

Depois de 12 meses sem ciclos ovulatórios, pode-se dizer que a mulher está na pós-menopausa. Esse período dura até o fim da vida, mas é nos primeiros anos após a última menstruação que a mulher deve ter mais cuidado, porque a falta de estrogênio, hormônio que protege os ossos e o coração, aumenta os riscos do desenvolvimento de doenças cardiovasculares e osteoporose.

Quais são os Sintomas da Menopausa?

Mulher com toalha por conta do fogacho que é um dos principais sintomas da menopausa

Com o baixo nível de produção dos hormônios que são responsáveis pelo funcionamento do corpo feminino, como o estrogênio e a progesterona, várias complicações podem surgir durante o processo de menopausa. Os principais sintomas são:

  • Ondas de calor;
  • Menstruação irregular;
  • Alterações de humor;
  • Secura vaginal;
  • Queda de cabelo;
  • Suores noturnos;
  • Unhas fracas;
  • Insônia;
  • Pele seca;
  • Redução da libido;
  • Cansaço;
  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Ganho de peso;
  • Dores de cabeça;
  • Diminuição da memória;
  • Calafrios;
  • Fadiga;
  • Infecções urinárias.

É importante lembrar que nem todos esses sintomas podem atingir uma mesma mulher que está no climatério, pois o organismo de cada pessoa influencia muito nas alterações psicológicas e físicas. Embora que sejam raros, há casos de mulheres que só percebem que estão no período de climatério pós-menopausa quando passam 12 meses sem menstruar, pois não tiveram outros sintomas.

Diagnóstico da Menopausa

Para chegar ao diagnóstico da menopausa, a mulher que passou 12 meses sem menstruação pode procurar um clínico geral ou ginecologista. O indicado é que logo que os sintomas do climatério começarem, uma consulta médica seja feita e um exame de sangue irá observar os níveis de hormônios FSH e estradiol no organismo. Dependendo dos resultados, um tratamento para aliviar os efeitos da menopausa é recomendado conforme cada caso. Além disso, outros exames para avaliar a saúde da mulher, como a mamografia e o papanicolau, podem ser realizados.

Tratamento para a Menopausa

O tratamento para a menopausa pode ser feito através de medicamentos para reposição hormonal. A terapia garante hormônios como o estrogênio e a progesterona para aliviar os efeitos do climatério pré e pós menopausa. No entanto, há muitas contraindicações e efeitos colaterais para o seu uso e, por isso, o acompanhamento médico é essencial para avaliar se a mulher pode ou não adotar esse tipo de tratamento.

Alimentação

A mulher que está passando pelo climatério deve ter em seu cardápio muitas frutas, legumes e verduras, para que o corpo tenha vitaminas para suprir suas necessidades. Para o fortalecimento dos ossos, o consumo de cálcio é indicado, pois os riscos de desenvolver osteoporose na menopausa são maiores.

Atividade física

Uma prática regular de exercícios físicos ajuda a manter o corpo mais saudável e em forma, pois o metabolismo na menopausa tende a ficar mais lento, não gastando tantas calorias. O estresse também pode ser reduzido através da atividade física, pois os exercícios, como a caminhada, trazem sensação de bem-estar.

Fontes:

http://www.scielo.br/pdf/rbgo/v31n5/v31n5a09

http://www.saudedireta.com.br/docsupload/1340026948HSE_URM_TRH_0504.pdf